Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
Sinto-me triste e em baixo: o que está a acontecer?

Sinto-me triste e em baixo: o que está a acontecer?

 

Sou uma mãe deleitada… mas não consigo parar de chorar! O nosso bebé é saudável, mas sinto-me triste, "fora de pé" e muito, muito culpada. O pai também está tristonho. Serei normal? O que posso fazer para me ver livre deste sentimento triste?

Terça, 17 de Maio de 2016

Melancolia pós-parto: "Baby blues"

 

Quase dois terços das mães sentem-se "em baixo de forma" após o parto. Este número, mesmo que não lhe sirva da consolo, reflete a realidade: você não é a única mulher a sentir a muito falada melancolia pós-parto também chamada – como os ingleses usam – de "baby blues". O problema é que todos já ouviram falar da melancolia pós-parto, sem contudo medir realmente as suas implicações. A maior parte das mulheres prefere esquecer este momento mais negro durante o qual se sentem gordas, feias e incapazes de estar à altura do que têm pela frente. O nosso conselho para a ajudar a atravessar esta fase… e para colocar as coisas em perspectiva!

 

Porque estou sempre a chorar?

Os sintomas da melancolia pós-parto variam de mulher para mulher. Algumas desfazem-se em lágrimas ao mais pequeno contratempo, outras não sentem prazer em pegar no bebé e mimá-lo, e outras sentam-se tão cansadas que acham que não conseguem levantar-se da cama…Tranquilize-se, estes sentimentos são temporários, e duram de algumas horas a cerca de 10 dias.

A melancolia pós-parto ou "baby blues" marca uma transição: a mãe e o bebé deixaram de ser um só! Quando passa a euforia do parto, surge a tristeza, fadiga, a baixa auto-estima e algum pânico perante as novas responsabilidades, bem como mudanças de humor, insónias, etc.

A melancolia pós-parto aparece geralmente entre o terceiro e o décimo dia após o nascimento do bebé. É despoletada por uma súbita descida hormonal, típica neste período. Adicionalmente, após o nascimento do bebé, surge uma sensação de "vazio" e há um bebé que precisa de atenção constante. As responsabilidades de ser mãe parecem gigantescas… é pois muito compreensível que se sinta "em baixo de forma".

 

Algumas dicas simples para a ajudar a sorrir novamente

Tudo deveria estar bem e cheio de alegria… mas você dá por si a deambular pela casa durante todo o dia de pijama e sente-se com a emoção à flor da pele. E se, em vez de se sentir culpada, desse este tempo a si própria? O descanso é uma prioridade absoluta depois do parto, tanto para recuperar fisicamente, como emocionalmente, mas é mais fácil dizer do que fazer. Peça ajuda aos que a rodeiam! Deixe as compras, a organização da casa, a culinária e outras tarefas para o seu companheiro ou para a sua mãe e concentre-se nas suas necessidades, pelo menos durante alguns dias.

Cuidar de si própria significa descobrir momentos sossegados só para si. O bebé está a dormir? Aproveite ao máximo e tome um longo banho de espuma cheirosa… O bebé acabou de mamar? Deixe-o ao cuidado da avó ou do pai e vá tomar um café com a sua melhor amiga! Eles podem tomar conta do bebé e você regressará mais do que a tempo para a mamada seguinte…

Também não deve ter relutância em "deitar cá para fora" o que sente. A sua melhor amiga não se vai chatear se você lhe telefoner três vezes por dia, sobretudo se ela já tiver filhos e já tiver passado pela mesma experiência!

Finalmente, mime o seu bebé tão frequentemente quanto possível. Está a ver… já se está a sentir melhor!

 

Melancolia pós-parto ou depressão pós-parto?

Se a sua melancolia pós-parto durar mais do que três semanas ou se começar mais de duas semanas depois do parto, talvez esteja com um outro problema. Se nada a faz sorrir, nem descanso, nem visitas de amigos e família, nem os primeiros sorrisos do seu bebé, se perdeu o apetite e só vê o lado negro das coisas, deve procurar ajuda e discutir os seus sentimentos com o seu ginecologista.

O seu humor pode não estar simplemente relacionado com a descida hormonal, mas pode ser um sinal de depressão pós-parto. Nesse caso, suporte e tratamento médico serão provavelmente necessários. Quanto mais cedo for detectado, melhor e mais efectivo será o tratamento.

 

O pai também pode ter melancolia pós-parto!

As mulheres não são as únicas a sentirem-se tristes. Os homens também se podem sentir um pouco perdidos e tristes, por inúmeras razões. O stresse das novas responsabilidades como pai, o medo de não estar à altura da situação, sentirem-se postos de lado ou cansados… Às vezes até têm estes sentimentos antes de o bebé nascer!

A melhor solução é falar do assunto e ter o cuidado de descansar. Como mãe, você tem um papel fundamental a desempenhar. É óbvio que o seu bebé vai tomar muito do seu tempo, sobretudo no princípio, mas também tem de guardar tempo para o seu parceiro e tranquilizá-lo no seu novo papel de pai. 

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • presenteOfertas Exclusivas
  • newsletterInformação Personalizada
  • amostrasAmostras
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Saiba mais sobre as suas necessidades nutricionais
Artigo Comentários

Ainda não encontrou
O que procura?

Experimente a nova forma de pesquisar. Nós temos sempre ifnromação útil para si.