Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
Como ajudar o bebé a adquirir bons hábitos alimentares?

Como ajudar o bebé a adquirir bons hábitos alimentares?

 

Todos sabemos que devíamos comer cinco porções de fruta e vegetais por dia. Isto também se aplica ao meu bebé? Eu gostava de saber como proporcionar bons hábitos alimentares ao meu bebé.

Sexta-feira, 1 de Abril de 2016

Bons hábitos alimentares

 

"Come a sopa para cresceres e ficares forte", "Come os legumes todos para ficares em forma e seres saudável.” Quem é que não ouviu estas mensagens vezes sem conta, para nos encorajar a adotar bons hábitos alimentares? Nos próximos meses pode surpreender-se a si própria a dizer precisamente o mesmo ao seu bebé quando ela franzir o olho diante de um puré de feijão-verde ou quando deitar fora sistematicamente os pedaços de brócolos que a mãe preparou com todo o amor do mundo! Os bons hábitos alimentares adquirem-se desde o início da diversificação alimentar, ou seja, com a introdução dos novos alimentos (os primeiros alimentos "sólidos"). Contudo, avisamos desde já que ensinar o seu bebé a comer bem não vai ser uma tarefa fácil!

 

Uma visão geral sobre a alimentação do bebé:

  • O sistema digestivo do bebé só está completamente maduro depois dos 2 anos de idade, apesar de cerca de 50 % dos bebés entre 13 e 18 meses já fazerem as mesmas refeições que os seus pais! O risco associado é de debilitar o intestino do bebé, que constitui a peça chave do seu sistema imunitário.
  • Em 30 % dos bebés entre os 6 meses e os 2 anos de idade têm deficiência de ferro e 4,2 % dos bebés apresentam anemia.
  • A ingestão de proteínas, sobretudo presentes em carne, peixe e ovo, entre as idades dos 6 a 36 meses é muitas vezes excessiva. O risco associado é a criança vir a desenvolver excesso de peso e inclusive obesidade infantil. A quantidade adequada é de 20g/dia até aos 12 meses e, de 30 g/dia até aos 3 anos.
  • Mais de metade das crianças pequenas (até 3 anos de idade) consome demasiados alimentos doces (ricos em açúcar).
  • Diversos estudos epidemiológicos indicam que 5 a 15 % dos bebés com 3 a 18 meses e mais de 20% de crianças pequenas dos 18 aos 24 meses não consomem cálcio suficiente para satisfazer as suas necessidades diárias. 

 

As regras básicas a partir dos 6-8 meses

  • 4 a 5 Refeições por dia equilibradas em hidratos de carbono (cereais e derivados), proteínas (carne, peixe, ovo), fruta, vegetais, leite e derivados lácteos.
  • Não petiscar entre refeições. Se o bebé tiver fome durante entre as refeições ou a meio da noite, ofereça-lhe um copo ou biberão de água e aumente um pouco a quantidade das porções nas refeições seguintes.
  • Tente variar os menus para a semana de modo a estimular o paladar do bebé. Dar-lhe sempre os mesmos sabores pode dissuadi-lo de experimentar novos alimentos.
  • Carne e peixe: Apenas uma vez por dia, 3 - 4 colheres de chá nas idades dos 6 aos 12 meses, 30g dos 12 aos 36 meses e depois 50g entre os 3 e os 4 anos.
  • Ovos: Começa com a gema a partir dos 9 meses (no inicio ¼ gema, na semana seguinte ½ e um mês depois 1 gema inteira) e um ovo inteiro a partir dos 12 meses (uma, máximo duas, vez por semana).
  • No que respeita ao sal, não há necessidade de adicionar sal à comida que prepara em casa para o bebé e também não deve adicioná-lo aos boiões prontos a comer que compra! Este é um bom hábito para adotar para o resto da vida.
  • Reserve as bebidas açucaradas para ocasiões especiais, como por exemplo aniversários. Em todos os outros casos deve optar pela água. 

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • Ofertas ExclusivasOfertas Exclusivas
  • Benefit 3Informação Personalizada
  • Amostras e Vales
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Conteúdo Relacionado
Artigo Comentários