Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
A agenda médica da gravidez

A agenda médica da gravidez

 

O seu bebé ainda não nasceu e já tem uma agenda preenchida de consultas médicas no seu Centro de Saúde! Os nove meses da minha gravidez vão ser marcados por uma série de exames médicos e análises. O objetivo é garantir uma gravidez tranquila e uma boa preparação para o parto.

Segunda, 11 de Abril de 2016

A agenda médica da gravidez

 

A gravidez não é uma doença mas vai ter de visitar muitas vezes o seu médico ao longo dos próximos 9 meses. Não há razão para ter medo das consultas, exames médicos ou análises: são imprescindíveis para comprovar que está tudo a correr bem!

 

A primeira consulta pré-natal

Assim que o seu teste de gravidez for positivo, deve marcar uma consulta com o seu médico ou ginecologista para a primeira consulta pré-natal, que deve ter lugar antes das 13 semanas de gravidez. Esta consulta serve para fazer um exame sumário do seu estado de saúde: peso, pressão arterial, ritmo cardíaco, história médica pessoal e história familiar por exemplo de diabetes, hipertensão, etc..

Um exame ginecológico permite determinar uma data provável para o início da gravidez e assim determinar também a data prevista de nascimento do bebé. O médico poderá fazer um exame ginecológico de citologia (também conhecido como Papanicolau‎) se não tiver feito recentemente nas suas consultas de rotina.

Também lhe será prescrita uma série de análises clínicas:

  • Análise ao sangue: para testar se sofre ou é imune à sífilis, rubéola, toxoplasmose, HIV, hepatite B; para determinar ou confirmar o seu grupo sanguíneo e o fator Rhesus; e fazer o rastreio de aglutininas irregulares e diabetes;
  • Análise à urina para detetar uma possível presença de proteína e sangue ou de infeção.

A primeira consulta da gravidez no Centro de Saúde ou Hospital é também uma visita administrativa: ser-lhe-á passada uma declaração em como está grávida, o que lhe permite ter alguns benefícios como a isenção de taxas moderadoras. É também no centro de saúde que autorizam a baixa caso tenha de ficar de repouso antes do parto, embora também possa ser feito por um médico particular.

 

As consultas pré-natais seguintes

Depois da primeira consulta da gravidez, cerca de outras 6 consultas médicas se seguirão. A partir do segundo trimestre, terá consultas mais frequentes até ao final da gravidez, seja no seu ginecologista habitual como no Centro de Saúde ou Hospital. São consultas de rotina para verificar: peso, pressão arterial, ritmo cardíaco da mãe e do bebé, etc. mas também fará um teste à sua urina para detetar a possível presença de proteína e sangue.

Durante a segunda consulta médica, entre as 11 e as 13 semanas de gestação, o médico vai sugerir-lhe que faça o rastreio bioquímico para avaliar o risco de algumas doenças, incluindo a Trissomia 21.

 

As normas da Direção-Geral de Saúde apontam as seguintes avaliações durante a gravidez:

  • No 2º trimestre deverá testar a rubéola e a toxoplasmose de novo (se não for imune), e fazer análises mais completas, com o hemograma completo, uma análise à urina para despistar qualquer infeção. É nesta altura que fará a prova de tolerância à glicose oral (PTGO) em que tem de tomar 75g de açúcar e recolher o sangue no momento, e ao fim de 1 e 2 horas.
  • No 3º trimestre fará de novo o hemograma completo, bem como o teste à toxoplasmose e hepatite B (se não for imune), sífilis, HIV, além de uma análise à urina para despistar qualquer infeção.
  • No final da gravidez, entre as 35 e 37 semanas, fará o rastreio do Streptococcus β-hemolítico do grupo B.Ecografias obrigatórias
  • A primeira ecografia (entre as 11 e as 13 semanas de gravidez) vai permitir-lhe ver os membros do seu bebé, e por vezes até o sexo. A data da conceção será determinada (e assim também a data provável do parto). Serão feitas duas medições importantes: o comprimento crânio-caudal (entre o topo da cabeça e o fim do rabo) e a espessura da prega da nuca (ou translucência da nuca). Se a última for superior a 2 mm, é recomendado fazer uma amniocentese.
  • A segunda ecografia (entre as 20 e as 22 semanas) permitirá ao seu médico determinar o sexo do bebé, ver se não há problemas com o coração e fazer a avaliação morfológica completa.
  • A terceira ecografia (entre as 30 e as 32 semanas) vai verificar o crescimento do bebé e localizar a placenta.

 

Amniocentese

Este exame consiste em retirar uma amostra de líquido amniótico, usando uma agulha fina que penetra no abdómen da mãe. Este teste é recomendado nos casos em que o teste bioquímico ou a translucência da nuca não tem um resultado favorável, bem como nas grávidas com mais de 35 anos. Esta é a única forma de confirmar a existência várias doenças, incluindo a Trissomia 21.

Depois do teste, que não é doloroso, será aconselhada a ficar de repouso um ou dois dias. O risco de aborto é estimado em menos de 1%. Os resultados estão disponíveis em 2 semanas.

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • presenteOfertas Exclusivas
  • newsletterInformação Personalizada
  • amostrasAmostras
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Saiba mais sobre as suas necessidades nutricionais
Artigo Comentários

Ainda não encontrou
O que procura?

Experimente a nova forma de pesquisar. Nós temos sempre ifnromação útil para si.