Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
Diabetes gestacional: será que eu tenho?

Diabetes gestacional: Será que eu tenho?

 

Uma das minhas amigas teve diabetes durante a gravidez. Se isso me acontecer, será grave para o meu bebé? Quando diagnosticada durante a gravidez, a diabetes gestacional é um problema sério. Adotando certas precauções e com acompanhamento médico regular, o seu bebé nascerá completamente saudável!

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2016

O que é a diabetes gestacional?

 

Este é um tipo de diabetes que só se manifesta durante a gravidez e geralmente desaparece depois do nascimento. A diabetes gestacional caracteriza-se por um aumento do açúcar no sangue (92mg/dl ou superior), em que a insulina produzida pelo pâncreas não é suficiente para regularizar os níveis de açúcar no sangue. A gravidez é um período particular de alto risco já que as necessidades de insulina são maiores.

 

Existem sintomas de alerta? Como diagnosticar?

Alguns sintomas podem alertar o médico: sede intensa, vontade frequente de urinar, cansaço… A diabetes gestacional pode ser diagnosticada entre a 24ª e a 28ª semana da gravidez após uma análise ao sangue. Este exame é normalmente prescrito durante o 6º mês de gravidez.

 

Quais as consequências para o meu bebé?

A maioria das mulheres grávidas que sofrem de diabetes dão à luz bebés saudáveis, sem qualquer problema de saúde. Contudo, se não for bem monitorizada, a diabetes pode levar a um aumento excessivo de peso do seu bebé (mais de 4 Kg), tornando o parto mais complicado (aumento de risco de parto por cesariana).

 

Existem alguns fatores de risco?

Sim, algumas mulheres são mais predispostas do que outras. Especialmente se existir história familiar de diabetes, se tem excesso de peso, se já teve diabetes noutra gravidez, se tem mais de 35 anos ou se já teve algum bebé com mais de 4 Kg…


É necessário alterar a minha alimentação?

O primeiro passo é fazer refeições equilibradas e a intervalos regulares (3 refeições por dia + duas ou três pequenas refeições) para evitar flutuações excessivas das suas glicémias. Não salte refeições e evite petiscar em excesso. Siga os bons hábitos alimentares:

  • Prefira hidratos de carbono complexos (cereais, leguminosas, arroz, massa, etc.) em lugar de açúcares simples (bolos, açúcar, compotas, bebidas açucaradas e doces, etc.);
  • Evite alimentos com alto índice glicémico, que irão levar a um rápido aumento de produção de insulina como pão branco, batatas, arroz branco, bolos, etc. e prefira alimentos com baixo índice glicémico como massa integral, arroz integral, quinoa, etc.
  • Consuma fruta e vegetais verdes suficientes, para beneficiar do seu alto conteúdo em fibra, o que ajudará a regular a absorção de hidratos de carbono (no caso das frutas não mais de 2 peças por dia, sempre no final da refeição);
  • Ingira alimentos ricos em proteína em cada refeição;
  • Evite alimentos ricos em gordura como enchidos, bolos, queijos, etc.

O seu médico vai proporcionar-lhe toda a informação sobre os mecanismos da glicémia e também poderá enviá-la a um nutricionista para que elabore consigo um plano alimentar adequado. 

 

Que outras precauções devo adotar?

Um estilo de vida saudável é igualmente importante. Lembre-se de sair para apanhar ar, fazer exercício (por ex. natação) e caminhar pelo menos 30 minutos por dia. Tudo isto deve ser feito sem esforço, claro! Uma meia hora de atividade física moderada por dia é importante para ajudar a regular as suas glicémias.

 

Depois do nascimento, eu e o meu bebé vamos ter diabetes?

Fique tranquila que o seu bebé não vai nascer com diabetes. O mesmo é verdade para si: não vai ser afetada pela diabetes depois de nascer o seu bebé. Em 98% dos casos, a diabetes vai desaparecer depois do nascimento do bebé, mas de qualquer forma existe um risco de desenvolver diabetes crónica. Pode reduzir este risco mantendo uma alimentação equilibrada e praticando atividade física regularmente. Se ficar grávida novamente, o risco de vir a desenvolver diabetes gestacional será muito alto. É por isso necessário fazer uma análise para diagnóstico logo no início da nova gravidez!

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • presenteOfertas Exclusivas
  • newsletterInformação Personalizada
  • amostrasAmostras
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Saiba mais sobre as suas necessidades nutricionais
Artigo Comentários

Ainda não encontrou
O que procura?

Experimente a nova forma de pesquisar. Nós temos sempre ifnromação útil para si.