Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
tenho 40 anos e quero ter um bebé

Tenho 40 anos e quero ter um bebé!

 

Eu sei, tenho 40 anos... e depois? Eu sei que é mais difícil ter um bebé nesta idade, já me disseram, mas não impossível!

Sexta-feira, 1 de Abril de 2016

Existe melhor prova que todas aquelas atrizes e celebridades, orgulhosas e radiantes, mostrando o seu novo bebé depois dos 40 anos? O que posso fazer para ter todas as possibilidades a meu favor?

Gravidez aos 40 Anos

 

Embora as gravidezes tardias não sejam a norma, fique descansada que a maior parte delas evolui sem qualquer complicação. Com um seguimento médico cuidadoso, dará à luz um bebé cheio de saúde! As palavras-chave são: ter confiança e manter o cuidado.

 

O meu check-up!

"Não espere que aconteça!": isto é geralmente o conselho dos ginecologistas às mulheres que desejam ter um bebé quando estão perto dos quarenta. Embora do ponto de vista estatístico, as gravidezes tardias acontecerem com cada vez mais frequência, existe um risco a considerar: a queda na fertilidade a partir dos 35 anos. As probabilidades de conceber um bebé durante um ciclo mensal são de 1 em cada 4 aos 20 anos, 1 em cada 8 aos 35 anos e 1 em cada 12 a partir dos 40 anos. Por isso, aconselhamos que consulte o seu médico ou ginecologista e faça um check-up o quanto antes, para que possa aproveitar ao máximo todas as possibilidades.

Se tem mais de 35 e está a tentar engravidar sem sucesso há mais de 6 meses, consulte o seu médico ou ginecologista. As técnicas de reprodução medicamente assistida, que incluem a fertilização in vitro e a inseminação artificial, têm taxas de sucesso encorajantes. Embora estes tratamentos sejam exigentes tanto física como psicologicamente, têm-se demonstrado bem-sucedidos.

 

Tornar-se mãe aos 40 anos: eu tomo conta de mim!

As gravidezes tardias são mais arriscadas? Sim, é verdade, mas graças aos avanços e progressos na área de medicina e nos exames médicos, os riscos são agora muito mais controlados. O mais importante é estar atenta e ouvir o seu corpo e, acima de tudo, evitar cansaço. A gravidez tem de ser a sua prioridade. Sem dúvida, que esperou muito antes de decidir ter um bebé: trabalho, viagens, saídas... a sua vida tem sido bem cheia. Agora é o momento de aprender a relaxar! Tem de ter em conta o seguinte:

  • De uma forma geral, no dia-a-dia, vai sentir-se mais cansada.
  • Há um risco aumentado de doenças como: hipertensão arterial, diabetes gestacional, etc.
  • A probabilidade de sofrer um aborto é maior, especialmente durante os primeiros três meses de gravidez.

Sem se deixar ir pelo receio, lembre-se de ter as suas prioridades bem arrumadas. Todas as mães confirmam que o fim justifica os meios!

 

O meu bebé cheio de saúde!

Graças aos avanços e progressos na área da medicina e aos vários exames durante o decurso da sua gravidez, o seu bebé vai ser totalmente "sob o controlo" e nascerá perfeito! Para prevenir qualquer risco, a amniocentese é recomendada a qualquer mulher grávida com mais de 38 anos. O objetivo é detetar uma possível trissomia 21 ou outra anomalia cromossómica. O risco de ter uma trissomia 21 é de 1 em cada 1500 bebés aos 20 anos, e 1 em cada 100 aos 40 anos. Em caso de resultado positivo, pode ser considerada uma IVG (Interrupção Voluntária da Gravidez). A parte positiva é que, ao contrário da ideia geral, outros riscos de anomalias congénitas aumentam muito pouco com a idade.

Deve assim permanecer calma, pois o desejo de ter um bebé é antes de mais um estado de espírito. Mantenha a sua confiança! E, acima de tudo, não esqueça que é altura de muitos mimos!

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • presenteOfertas Exclusivas
  • newsletterInformação Personalizada
  • amostrasAmostras
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Conteúdo Relacionado
Artigo Comentários