Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
A quem devo confiar o meu bebé?

A quem devo confiar o meu bebé?

 

O regresso ao trabalho significa, normalmente, ter que encontrar alguém para cuidar do bebé! Berçário, infantário, uma ama interna ou uma ama externa, qual escolher?

Terça, 24 de Maio de 2016

Cuidador do bebé

 

Ainda mal engravidou e já ouve histórias horríveis sobre como é difícil conseguir uma vaga no berçário/infantário ou uma ama que seja de confiança. Se a escolha de um cuidador para o seu bebé parece um percurso de obstáculos, planear antecipadamente a questão pode torná-la muito mais fácil. Quais são as perguntas que devo fazer, quais as vantagens e desvantagens de cada opção? Aqui ficam alguns aspectos importantes sobre esta questão.

 

Vantagens e desvantagens de cada método

Em primeiro lugar, deve ter a consciência de que vai ter de fazer compromissos. O método perfeito não existe, e cada opção tem vantagens e desvantagens. Terá de decidir a mais acertada para si, de acordo com as suas prioridades.

O berçário

  • ​Vantagens: é um local de socialização e desenvolvimento perfeitamente adequado aos bebés. Os trabalhadores são treinados. O custo pode ser mais baixo do que outras opções.
  • Desvantagens: é difícil encontrar um berçário e uma vaga! Os horários de abertura e fecho são relativamente rígidos, e terá de se adaptar a esses horários. No berçário, os bebés ficam muitas vezes doentes e as doenças espalham-se depressa, e por isso os bercários pedem que os bebés doentes fiquem em casa.

Ama externa

  • Vantagens: As amas profissionais (por exemplo, da Segurança Social) são treinadas e o seu trabalho é inspeccionado regularmente, mas há também muitas amas particulares que não estão registadas como tal e que – por isso – não são inspecionadas.
  • Este método é flexível já que pode combinar os horários de acordo com as suas necessidades. Os bebés que são cuidados por amas costumam ficar doentes com menor frequência, já que estão com um número reduzido de outros bebés.
  • Desvantagens: encontrar uma ama não é fácil, nem é fácil encontrar uma ama de confiança. A casa da ama tem de ser segura, a ama não deve fumar e tem de assegurar que toma conta do bebé de forma adequada. Quando a ama fica doente, não é fácil substituí-la de um momento para o outro.

Ama interna

  • ​Vantagens: é a solução mais flexível, já que você não tem de levar e trazer o bebé. As amas internas podem adaptar-se às suas necessidades e às necessidades do seu bebé que tem a atenção total da ama só para ele. No final do dia, recebe um relatório detalhado de tudo.
  • Desvantagens: tem de confiar totalmente na ama, o que nem sempre é fácil pois muitas das candidatas não têm treino ou experiência suficiente para tratar de um bebé ou de uma criança! Também pode ser complicado, quando a ama fica doente e não pode ir trabalhar.
  • Finalmente, quando o bebé se transforma numa criança mais crescida pode ficar entediado de estar sempre sozinho com a ama. Para além disso, esta opção é normalmente a mais cara.

​Cuidado partilhado

  • ​Vantagens: os horários são adaptáveis às suas necessidades. O seu bebé não perde orientação pois está numa casa.
  • Desvantagens: não é fácil encontrar uma família perto de casa, com a qual se dê bem, que tenha os mesmos horários e que partilhe os mesmos valores em termos de educação! O custo também é relativamente alto.

Infantário

  • ​Vantagens: para as mães que não trabalham é um método flexível. Pode deixar o seu bebé no infantário alguns dias por semana, ou só manhãs para que ele descubra os prazeres das atividades de grupo, sob o olhar de pessoas treinadas.
  • Desvantagens: vagas limitadas (é melhor procurar com vários meses de antecedência!), e os horários são relativamente rígidos.

Familiares

  • ​Vantagens: conhece muito bem a pessoa que toma conta do seu bebé, o que lhe poupa muito stress e muitas preocupações! Também conseguem adaptar-se aos seus horários. A ligação entre um familiar e os seu bebé também é muito próxima.
  • Desvantagens: aspectos relativos à educação podem tornar-se motivo de discórdia. Um bebé também requer muita energia e alguns familiares – por exemplo, os avós – podem não ter a energia necessária para cuidar dele durante todo o dia.

 

E o bebé, como reagirá?

Para o seu bebé, ser cuidado por outra pessoa pode representar uma grande reviravolta. Para ajudar o bebé a adaptar-se, explique-lhe as razões para estas mudanças, e planeie um período de familiarização durante o qual o seu bebé possa gradualmente adaptar-se ao novo ambiente. Pode começar por ficar com o bebé no local, depois deixá-lo durante alguns minutos, aumentando gradualmente o tempo em que o deixa lá. Este método é muito usado nos berçários, mas tembém pode ser usado para adaptação a outros cuidadores.

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • Ofertas ExclusivasOfertas Exclusivas
  • Benefit 3Informação Personalizada
  • Amostras e Vales
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Conteúdo Relacionado
Artigo Comentários