Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
Estou grávida de gémeos!

Estou grávida de gémeos!

 

Acabei de descobrir que estou grávida não de um… mas de dois bebés! Esta notícia é extraordinária mas estou um pouco chocada. Será que a minha gravidez vai ser diferente? Dizem que é uma gravidez de risco? Que precauções devo tomar?

Segunda, 18 de Julho de 2016

Grávida de gémeos

 

Uma grávida em cada 80 dá à luz gémeos. Apesar de não ser um acontecimento excecional, é de qualquer forma considerada uma gravidez de risco. Felizmente graças a um acompanhamento médico específico e mais frequente, a maior parte das gravidezes de gémeos decorre sem qualquer problema.

 

Gémeos é um fenómeno fascinante!

O seu médico será capaz de detetar a presença de gémeos logo na primeira ecografia. Há diversas causas para as gravidezes múltiplas como: fatores hereditários, idade, alimentação… A prática de tratamentos de infertilidade é cada vez mais frequente e também leva ao aumento de gravidezes múltiplas.

Podemos distinguir entre dois tipos de gémeos:

  • Monozigóticos ou gémeos verdadeiros. Desenvolvem-se a partir do mesmo óvulo, que se divide em dois. São muito parecidos entre si e serão do mesmo sexo.
  • Dizigóticos ou gémeos falsos. Desenvolvem-se de dois óvulos diferentes. Podem ou não ser parecidos entre si e podem ser de sexos diferentes.

 

Uma gravidez de risco?

Mesmo quando tudo está a correr bem consigo, a sua gravidez é considerada de "risco":

  • Os riscos para os bebés são: prematuridade, baixo peso à nascença, atraso de crescimento de um dos fetos, stresse fetal…
  • Os riscos para a mãe são: hipertensão, diabetes, hemorragias, edemas, dores de costas, aumento de peso excessivo, maior probabilidade de cesariana.

O acompanhamento médico da sua gravidez é mais específico e com avaliações mais frequentes:

  • Avaliação médica mensal no início da gravidez e que passa a ser quinzenal (em alguns casos semanal).
  • Um maior número de ecografias para verificar o desenvolvimento dos seus bebés.
  • O parto em maternidade que tenha disponível uma unidade de cuidados neonatais, com equipamento de reanimação neonatal. 

O dobro das precauções:

  • O dobro do descanso é necessário logo desde o início da sua gravidez. A partir do quinto mês de gravidez, o seu médico pode prescrever repouso absoluto obrigatório e poderá ter de deixar de trabalhar. As atividades que provocam cansaço e as deslocações devem ser limitadas. Tenha em conta que a licença de maternidade é maior: mais 30 dias por cada gémeo para além do primeiro.
  • Uma alimentação variada e equilibrada é essencial para responder às necessidades nutricionais dos seus dois bebés, mas sem aumentar excessivamente de peso. A futura mãe precisa de cerca de 300 kcal extra por dia.
  • Os suplementos alimentares poderão ser prescritos, de forma mais ou menos sistemática como: ácido fólico, ferro, cálcio, etc.
  • As aulas de preparação para o parto podem ser iniciadas a partir do quinto mês.

 

O nascimento de gémeos

Depois de uma gravidez múltipla sem problemas específicos, o nascimento dos bebés não apresenta grandes diferenças.

  • Em média, o nascimento ocorre às 37 semanas da gravidez (em vez das 40 semanas numa gravidez simples).
  • O parto natural é preferível se os bebés estiverem bem de saúde e se estiverem na posição correta e se a mãe não tem qualquer problema de saúde. A prática da cesariana poderá ser uma opção se houver stresse fetal, ou se o segundo bebé não dá a volta. 

Estar grávida de gémeos é acima de tudo uma aventura fantástica! Para trocar experiências com outros pais de gémeos tanto antes como depois do nascimento. 

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • presenteOfertas Exclusivas
  • newsletterInformação Personalizada
  • amostrasAmostras
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Conteúdo Relacionado
Artigo Comentários