Apoio à Parentalidade

Apoio à Parentalidade

Ouvir os pais recentes

Algo que os pais sabem é que o seu papel é sempre diferente do esperado. Por isso, vamos apoiar e compreender os novos pais sobre os temas de parentalidade, começando por ouvi-los.

Compreender melhor os seus desafios

Compreender melhor os seus desafios

Temos sido bem-sucedidos a transmitir os nossos 150 anos de conhecimento sobre a parentalidade com base na ciência. E agora é hora de abrirmos espaço para todos os pais que têm vivenciado os reveses, os arrotos, os derrames, os sorrisos e tudo o resto.

Como ser pais profissionais

Como ser pais profissionais

Tem um bebé a caminho / nos seus braços, e está preocupada por não ter a menor ideia do que fazer? (Ninguém tem, shhh...) Consulte as nossas listas que a ajudarão a vencer em todos os aspetos da parentalidade moderna.

Não há resposta errada

Alguma vez se sentiu sozinha/o durante o seu primeiro ano como mãe/pai?

Sim? É completamente normal! A maioria das mães e pais afirma que, por vezes, também se sentiu sozinha/o no início. Mesmo quando está a embalar o seu bebé ou a passar tempo nas redes sociais com os amigos, os sentimentos de distanciamento ou isolamento podem vir ao de cima. Não? Tem uma forte comunidade! Caso se sinta sozinha/o, tente concentrar-se no bebé que tem nos seus braços, no seu parceiro e nas suas amizades nas redes sociais.

Partilha com o/a seu/sua companheiro/a as responsabilidades envolvidas em cuidar do bebé?

Sim? A vida é mais fácil em conjunto. Por exemplo, tente que um dos pais cozinhe o jantar enquanto o outro trata do banho, depois troque de tarefas no dia seguinte! Não? Isso não significa que um de vocês seja um/uma pai/mãe melhor. É complicado manter o equilíbrio! Tente dividir as tarefas de cuidados do bebé de uma forma que deixe ambos confortáveis e não hesite em rever o seu plano de ação se não estiver a funcionar para os dois.

Durante o primeiro ano como mãe/pai, sentiu muitos altos e baixos a nível emocional?

Sim? É tal e qual uma montanha-russa, não é? Num minuto está a observar os olhinhos deste pequeno ser com uma explosão de amor, e no minuto seguinte já não sabe como é que irá sobreviver sem explodir. Não? Impressionante! Muitos pais sentem como se estivessem no primeiro carrinho da montanha-russa com todas as subidas, descidas e quedas livres.

Sentiu algum sentimento de culpa enquanto recém-mãe/pai?

Sim? Vamos contabilizar os motivos! Por voltar a trabalhar, ou não voltar a trabalhar. Por amamentar, ou não amamentar. Por tirar uma hora para beber um café com um amigo, ou por não conseguir ver os amigos... É fácil sentir essas pressões. A boa notícia é que não está sozinha/o: A maioria dos pais recentes sente-se culpado, não importa as escolhas que façam. Tente lembrar-se de que a única coisa que pode fazer é dar o seu melhor, e é precisamente isso que está a fazer. Não? Não a/o culparíamos se dissesse que sim, mas congratulamo-la/o por estar imune à culpa durante uma altura em que é tão fácil sentir a pressão de ser perfeita/o.

Considerando tudo, diria que o seu bebé é um "bebé fácil" de lidar?

Sim? Dorme a noite inteira, não chora em público e come à mesma hora que nós; se isto não é fácil, então não sabemos o que será... Não? Nós compreendemos. Choram muito, comem muito e fazem muito cocó. Voltamos a perguntar quando eles forem para a universidade.

Há uma expressão para isso!

Momento das notícias

Já passou tanto tempo desde que leu um jornal, viu televisão ou entrou nas redes sociais que não faz a mínima ideia do que se passa no mundo lá fora.

Paranoia parental

Quando tem medo de admitir que está a ter dificuldades por medo de julgamento ou abandono.

Férias de sono

Quando está a morrer por umas férias longe do seu novo bebé para poder pôr o sono em dia.

Sobrecarga parental

Quando está tão focada/o na alimentação, muda de fralda e sono do bebé que se esquece de cuidar das suas necessidades básicas.

Imunidade ao choro

Quando já não ouve o seu filho (ou qualquer outra criança que seja) a chorar porque o choro é tão frequente que se tornou imune a esse ruído.

Esconde e dorme

Quando se esconde noutra divisão e finge que está a dormir para que o seu companheiro tenha de cuidar do bebé.

Opinantes profissionais

O que os pais recentes chamam aos estranhos que oferecem frequentemente palpites e conselhos não solicitados sobre como devem cuidar do bebé.

Super lágrimas

Quando, apesar de amar o seu bebé, se sente por vezes mais sensível, sobrecarregado/a e sozinho/a nesta nova fase parental.

Drama de mãe

Quando, como mãe, nunca acerta, enquanto o pai nunca erra.

#CuidarÀMinhaManeira

Partilhe as suas histórias sobre parentalidade no Instagram utilizando #CuidarÀMinhaManeira

Registe-se

MVP Logo

Entre no nosso clube e receba brindes, ofertas exclusivas e conteúdo personalizado

  • Ícone Brinde

    Brinde de boas-vindas

Search icon

Ainda não encontrou o que procura?

Experimente a nova forma de pesquisa