Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
De avião, carro ou comboio… Eu viajo em segurança!

De avião, carro ou comboio… Eu viajo em segurança!

 

Estou grávida de 4 meses e sonho com uma semana de férias: uma semana de descanso, numa praia paradisíaca. No entanto, há uma questão que me preocupa: Será prudente, para a minha saúde e para a do meu bebé, viajar de avião?

Quinta-feira, 28 de Abril de 2016

Gravidez e Viagens

 

A gravidez não é uma doença! Salvo recomendação contrária do seu médico, pode continuar a viajar. A única condição evidentemente é adotar algumas precauções antes da partida, durante a viagem e no seu destino.

 

Quais são as contraindicações médicas?

O seu médico pode aconselhá-la a não viajar nos seguintes casos:

  • Se está à espera de gémeos.
  • Se tem uma gravidez de "risco": antecedentes de aborto espontâneo, risco de parto prematuro, hipertensão, diabetes, etc.

De forma geral, é preferível não viajar para grandes distâncias durante o primeiro trimestre (risco de aborto espontâneo, cansaço) e no terceiro trimestre (risco de parto prematuro, hipertensão).

 

Que meios de transporte devo escolher?

Nem todos os meios de transporte são iguais: alguns são mais cansativos, enquanto outros implicam choques e vibrações …

  • Carro. Não há inconvenientes que a impeçam de guiar, mas deve ter presente que a sua capacidade de atenção poderá ser afetada pelo cansaço. Também é possível que corre o risco de se sentir apertada atrás do volante! Quer vá a guiar ou não, deve fazer paragens regularmente. No que respeita ao cinto de segurança, este continua a ser obrigatório: passe-o por debaixo da sua barriga para maior conforto.
  • Transportes públicos. Não hesite em pedir um lugar sentado: as suas necessidades são prioritárias! A partir do terceiro trimestre deve evitar este tipo de transporte sempre que possível, pelo menos durante as horas de ponta.
  • Avião. A partir do fim do 7º mês, a maior parte das companhias aéreas não permitem que viaje a bordo. Antes desse momento, as viagens de avião não apresentam qualquer problema em particular. Lembre-se de beber água a intervalos regulares, de dar um passeio pelo corredor e, se necessário, usar meias de descanso.
  • Comboio. Este acaba por ser o meio de transporte menos cansativo. Se for possível, viaje em primeira classe: terá mais espaço, sobretudo para esticar as pernas.

 

Precauções a ter se vai de férias para um país exótico

Neste caso, mais uma vez o bom senso deve prevalecer! Em qualquer ocasião, o primeiro passo deve falar com o seu médico antes de marcar as suas férias.

  • Evite viajar para países em que as condições higiossanitárias sejam insuficientes, como em determinadas partes da África ou da Ásia.
  • Evite regiões em que algumas doenças sejam comuns (malária, febre amarela, etc.) e países em que faça realmente muito calor. Se, mesmo assim tiver de viajar para uma zona de risco, tenha em conta que a vacinação está contraindicada durante a gravidez. Consulte o seu médico para encontrar a melhor solução.
  • Enquanto estiver de férias, prefira alimentos cozinhados e água engarrafada (e não peça gelo nas bebidas, pois pode não ter sido feito com água engarrafada).
  • Proteja-se do sol e dos mosquitos.
  • Antes de partir, tome nota de algumas moradas importantes: hospitais e clínicas locais, e os contactos do seu médico. E lembre-se de levar a sua informação clínica consigo.

Pronta para partir? Se tiver tomado todas estas precauções, as suas férias devem correr sem qualquer problema. Aproveite bem esta última lua-de-mel antes da chegada do bebé!

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • Ofertas ExclusivasOfertas Exclusivas
  • Benefit 3Informação Personalizada
  • Amostras e Vales
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Conteúdo Relacionado