Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
cálcio e vitamina D

Cálcio e vitamina D

 

O cálcio é essencial para o seu esqueleto e para o do seu bebé. Deve ser associado à vitamina D, que permite que o cálcio seja absorvido pelos ossos. Se seguir uma alimentação variada e equilibrada, rica em produtos lácteos, as suas necessidades são garantidas de uma forma natural.

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2016

Porque é tão importante o cálcio e a vitamina D?

 

O Cálcio desempenha um papel fundamental na formação dos ossos, esqueleto e dentes do seu bebé. Durante o período de nove meses da gravidez, o seu bebé vai acumular um total de 30 g de cálcio: isto é o equivalente a 3,75 kg de queijo flamengo magro ou 26 litros de leite! As necessidades do seu bebé vão aumentar particularmente durante o decurso do 3º trimestre, quando ocorre a mineralização dos ossos: 200 a 300 mg por dia, o que é equivalente a 30 g de queijo flamengo ou um ¼ L de leite por dia.

Garantir um aporte suficiente de cálcio é também importante para preservar a sua massa óssea: as necessidades do seu bebé vão ser prioritárias e vão "gastar" as suas reservas se não consumir cálcio em quantidade suficiente. Além disso, o aporte suficiente de cálcio também lhe vai permitir oferecer ao seu bebé um leite materno mais rico, depois do seu nascimento. Diversos estudos científicos também demonstraram que o cálcio pode também reduzir o risco de sofrer de depressão pós-parto.

A vitamina D é fundamental para a fixação do cálcio e é fulcral para o equilíbrio entre os seus ossos e a formação do esqueleto e os dentes do seu bebé.

 

No meu prato…

As suas necessidades de cálcio estimam-se serem cerca de 1.000 mg/dia. Isto que dizer que todos os dias deverá comer, por exemplo:

  • 1 Copo grande de leite
  • + 2 Iogurtes ou 300g Queijo fresco
  • + 30g Queijo flamengo.

Há outros alimentos, embora com teores menores, que também são fontes de cálcio:

  • Águas minerais rica em cálcio (mais de 150 mg/litro).
  • Vegetais verdes (espinafres, brócolos, etc.), fruta e cereais.
  • Sardinhas em azeite em lata, anchovas, amêndoas e figos secos.

 

No que refere à vitamina D, está incluída na sua alimentação em pequenas quantidades, através do consumo de alimentos ricos em vitamina D como o peixe gordo, como o salmão, ou os ovos. No entanto, a vitamina D é sobretudo produzida pela reação da sua pele à exposição ao sol.

 

Os nossos conselhos práticos:

  • Varie as suas fontes de cálcio: produtos lácteos são obviamente uma boa fonte, mas também o são outros alimentos mencionados acima, que podem ajudar a complementar o aporte de cálcio diário.
  • Prefira leite meio gordo, queijos duros como o flamengo em lugar dos queijos para barrar.
  • Para aumentar o seu aporte de cálcio, polvilhe queijo ralado, por exemplo parmesão, na sua massa, já que este queijo é o mais rico em cálcio, 120 mg numa só colher de sopa!
  • Pode também adicionar leite quando prepara alimentos em casa, por exemplo puré de batata, vegetais em puré, quiches ou tartes, etc.
  • Se não consome qualquer produto lácteo (seja por escolha ou porque é alérgica), o seu médico pode prescrever-lhe um suplemento de cálcio.

Saia para um passeio a pé sempre que estiver sol: esta é uma excelente forma de conseguir mais vitamina D. No entanto, deve verificar que utiliza um protetor solar e um chapéu, e que evita o sol entre as 11h30 e as 16h00.

 

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • Ofertas ExclusivasOfertas Exclusivas
  • Benefit 3Informação Personalizada
  • Amostras e Vales
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Conteúdo Relacionado
Artigo Comentários