Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Partilhe Artigo
X
ferro

Ferro

 

Durante a gravidez (mas também em circunstâncias normais), o ferro desempenha um papel muito importante: é o responsável pelo transporte do oxigénio para as células. As necessidades de ferro de uma mulher grávida estão aumentadas, mas é fácil assegurar essa quantidade de ferro com uma alimentação variada e equilibrada!

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2016

Porque é tão importante o ferro?

 

O ferro contribui para a formação normal dos glóbulos vermelhos e da hemoglobina, que ajuda a levar o oxigénio necessário às suas células e às do seu bebé. Uma deficiência em ferro provoca cansaço, anemia, diminuição da atividade intelectual e maior suscetibilidade a infeções.

As necessidades de ferro das mulheres são superiores às do homem: 16 mg/dia em vez de 9 mg/dia. Estas são ainda mais aumentadas durante a gravidez para 20 mg/dia durante os primeiros meses e depois para 30 mg/dia no terceiro trimestre. No entanto, atualmente estima-se que 23% de todas as mulheres sofrem de deficiência em ferro. Por isso, é comum a toma de suplementos de ferro.

É por esta razão que é recomendado às mulheres que desejam engravidar que procurem consumir ferro em quantidade suficiente mesmo antes de engravidarem.


No meu prato…

Deve ter atenção aos seguintes alimentos ricos em ferro:

  • Canela = 38 mg/100 g
  • Chouriço de sangue cru = 14 mg/100 g
  • Fígado de porco = 7,8 mg/100 
  • Gérmen de trigo = 6,3 mg/100 g
  • Tremoço cozido e salgado = 5,5 mg/100 g
  • Carne de vaca assada = 2,5 mg/100 g
  • Feijão manteiga cozido = 2,7 mg/100 g

Ao contrário do que se diz, no que se refere aos espinafres não é a melhor fonte de ferro: 100 g de folhas de espinafres fornecem apenas cerca de 2,4 mg. Mas atenção os valores são dados por 100 g e é importante ter presente a quantidade de alimento que de facto se consome. Por exemplo, é mais provável comer 1 bife de fígado de 100 g que fornece 7,8 mg de ferro, do que 2 g de canela polvilhada numa fruta ou sobremesa, que lhe dá "apenas" 1,9 mg! 

 

Por último, também é muito importante fazer a distinção entre dois tipos de ferro:

  • Ferro heme, que é encontrado na carne, peixe, etc. e é facilmente absorvido pelo organismo (cerca de 25%).
  • Ferro não-heme, que é encontrado em cereais, leguminosas, frutas, vegetais e produtos lácteos. Este é muito menos absorvido (apenas 1 a 5%).      

Para conseguir o aporte necessário de ferro, é conveniente comer carne (de preferência vermelha) e especialmente vísceras.

 

Os nossos conselhos práticos:

  • Coma uma porção de carne ou peixe ao almoço e ao jantar. Pode ser boa ideia escolher leguminosas (feijão, ervilhas, lentilhas, etc.) para acompanhar carnes que sejam menos ricas em ferro.
  • Para aumentar a absorção do ferro, pode incluir alimentos ricos em vitamina C na mesma refeição: por exemplo regue com sumo de limão o seu peixe ou coma uma fruta cítrica como a laranja à sobremesa.
  • Evite chá e café, pois inibem a absorção de ferro, ou então beba o seu chá com um pouco de sumo de limão. Espere pelo menos duas horas depois da refeição para beber chá ou café, e tente não ultrapassar as duas chávenas por dia.
  • Adicione à sua salada duas colheres de sopa de levedura ou gérmen de trigo: isto vai dar-lhe mais 1 mg extra de ferro.

Um suplemento poderá ser prescrito se for vegetariana ou vegan, mas também se está à espera de gémeos ou se a sua última gravidez for muito recente. Não hesite em falar com o seu médico e possivelmente consultar um nutricionista para a ajudar a elaborar um plano alimentar adequado.

Ler mais

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • Ofertas ExclusivasOfertas Exclusivas
  • Benefit 3Informação Personalizada
  • Amostras e Vales
  • Programa Educativo de NutriçãoPrograma Educativo de Nutrição

Inscreva-se já!

Conteúdo Relacionado
Artigo Comentários