Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Não é membro? Registe-se aqui
Pesquisar
Partilhe Programa de Nutrição
X
tem problemas com a amamentação?

Tem problemas com a amamentação? Resolva-os graças a estas soluções práticas

A amamentação exige prática e paciência, mas vale bem o esforço.

Apresentamos-lhe alguns problemas comuns com os quais as mães que amamentam se podem deparar, bem como soluções para os ultrapassar.

Mamilos doridos

Nas primeiras mamadas pós-parto, é frequente sentir um ligeiro desconforto ao amamentar o bebé, que desaparece em poucos minutos. Este desconforto pode ser consequência de uma pega incorreta (posição inadequada) ou de uma sucção demasiado forte por causa do uso de biberão ou de chupeta. Se recorrer à bomba extratora de leite, a utilização de uma cúpula de tamanho inadequado também pode provocar este problema. O que pode fazer? Muitas coisas.

Soluções básicas

  • Pratique as posições com contacto pele a pele entre as mamadas. Se o seu bebé chorar muito no intervalo das mamadas e parecer estar stressado, esta técnica irá ajudá-lo a relaxar.
  • Espere que o seu bebé esteja calmo e bem desperto, observando tudo o que o rodeia. Esta será então a altura ideal para o guiar até à sua mama.
  • Experimente amamentá-lo em várias posições, como a posição de “berço cruzado” ou “em bola de râguebi”. Ambas conferem à cabeça e ao pescoço um maior apoio, favorecendo uma sucção mais eficiente.
  • Se o bebé tiver o nariz encostado à sua mama, coloque-o ligeiramente mais para baixo, de forma a que o seu queixo toque na mama. Desta forma, conseguirá melhorar a sucção. O bebé não deve ter a cabeça nem para muito dentro nem muito para trás.
  • Comece por dar a mama menos dorida para minimizar uma mamada agressiva num mamilo já sensível.
  • Saiba como tirar o seu bebé da mama. Nunca o afaste sem antes quebrar a sucção da pega. Para isso, coloque um dedo entre a sua mama e a gengiva do bebé antes de o tirar da mama.
  • Tire manualmente algumas gotas de leite materno e passe na auréola e nos mamilos após cada mamada para ajudar a proteger e suavizar mamilos sensíveis. Deixe também os mamilos secar ao ar livre após a mamada.
  • Se usar uma bomba extratora de leite materno, veja se está equipada de cúpulas de vários tamanhos que possam adaptar-se melhor à sua mama. Uma conselheira em aleitamento materno no seu hospital ou centro de saúde poderá ajudá-la a avaliar o tamanho necessário e a encontrar a cúpula mais adequada para si.
  • Use roupa interior de algodão (soutien de amamentação ou top largo).
  • Se tem os mamilos de tal forma doridos que nem o toque do soutien ou da roupa consegue aguentar, coloque conchas de amamentação com aberturas largas para os mamilos e orifícios de circulação dentro do seu soutien.

 

Ingurgitamento mamário

Mamas duras e inchadas, geralmente dos dois lados nos primeiros dias do pós-parto, podem ser consequência da irregularidade da amamentação ou de algum atraso, do excesso de produção de leite, da extração fraca ou ineficiente do leite, da introdução de suplementos, do desmame rápido ou repentino, ou ainda de edema mamário.

Soluções básicas

  • Alivie a tensão na sua mama assim que possível. Para isso, poderá amamentar o seu bebé ou proceder à extração manual ou mecânica do leite. Se tiver a mama muito cheia para que o bebé consiga ter uma boa pega e sucção, retire primeiro um pouco de leite com a mão ou com a bomba.
  • Amamente ou extraia o leite com a bomba de 2 em 2 horas para ajudar na produção de leite, aliviando ao mesmo tempo o ingurgitamento. Lembre-se que o seu recém-nascido deve ser amamentado entre 8 a 12 vezes num período de 24 horas!
  • Tome um duche com água bem quente ou coloque uma compressa húmida e quente sobre as mamas.
  • Se o seu bebé não mamar o tempo suficiente para aliviar a tensão, utilize uma bomba extratora de leite materno até se sentir confortável (para ambas as mamas).
  • Utilize bolsas de frio entre as mamadas.
  • Se tiver as mãos e/ou os tornozelos inchados devido à retenção de líquidos, é possível que essa seja também a causa do inchaço das suas mamas. Tente tirar o excesso de líquidos do mamilo e da auréola. Coloque os dedos e o polegar na base do mamilo e exerça uma pressão para dentro do peito durante cerca de um minuto. Deverá sentir o mamilo mais mole, tornando assim a amamentação ou a extração do leite com a bomba mais eficaz.

 

Comichão nas mamas

Poderá sentir alguma comichão no período de adaptação das mamas à amamentação.

Soluções básicas

  • Se a comichão durar apenas alguns segundos quando o bebé começa a mamar, não se preocupe. É sinal de que o leite está a “descer” da mama.

 

Mamas doridas

Sente dor nos primeiros dias? Mamas cheias mas não inchadas nos primeiros dias a seguir ao parto podem resultar da transição entre o primeiro leite e o leite maduro, o que ocorre cerca de 2 a 5 dias após o parto. Contacte o seu médico se sentir dor ou calor nas suas mamas, se tiver uma zona com vermelhidão na pele ou se sentir febre (a sua temperatura estiver acima dos 38 °C). Poderá sofrer de infeção mamária e necessitar de medicação adequada.

Soluções básicas

  • Massaje a parte superior das mamas.
  • Coloque uma compressa quente ou fria para aliviar.
  • Tome duches com água quente.
  • Amamente frequentemente — pelo menos 8 a 12 vezes num período de 24 horas.
  • Certifique-se de que o seu bebé está bem posicionado durante cada mamada. Deverá estar deitado com o corpo totalmente virado para si, barriga contra barriga.
  • Verifique que a boca do bebé abrange o mamilo e uma grande parte da auréola, tendo a língua na parte inferior da auréola. Ao tirar o seu bebé da mama, lembre-se de quebrar primeiro a sucção colocando o seu dedo entre o mamilo e a gengiva do bebé.

 

Ejeção rápida do leite

Uma saída do leite em jato pode levar o bebé a tossir, a engasgar-se e até fazer com que ele largue a mama. Este problema é geralmente provocado por uma resposta hormonal individual ou por uma produção exagerada de leite.

Soluções básicas

  • Aumente o controlo do fluxo de leite do seu bebé ajustando a posição de amamentação, optando por uma posição vertical, lateral ou semi-deitada.
  • Antes de colocar o seu bebé à mama, pode ser útil retirar um pouco de leite, para assim evitar o fluxo inicial mais forte.
  • O uso de mamilos de silicone para criar uma ligeira barreira entre o jato de leite e a boca do bebé na fase inicial da mamada em que o leite sai com mais força pode ser outra opção. É muito importante utilizar os mamilos de silicone corretamente, pelo que deverá colocar essa questão à sua conselheira em aleitamento materno, para evitar quaisquer problemas adicionais decorrentes da sua má utilização.

 

Mamilos desidratados

A amamentação poderá tornar os mamilos secos e sensíveis na fase inicial de adaptação ou como consequência de uma lavagem dos mamilos com sabão ou outros agentes secantes, como o álcool, por exemplo.

Soluções básicas

  • Aplique um creme hidratante (uma mistura hipoalergénica e sem lanolina de emolientes naturais) para aliviar a desidratação e sensibilidade mamária.
  • Lave suavemente a mama e o mamilo com água e sabão neutro. Não use sabão em excesso nem friccione álcool, pois podem secar a pele e provocar desidratação.
  • Coloque umas gotas de leite materno nos mamilos e deixe secar ao ar livre.
  • Coloque uma bolsa de gel dentro do seu soutien para evitar a fricção. A bolsa arrefece com o contacto.

 

Ductos lactíferos entupidos

Um caroço duro ao toque em qualquer parte da mama ou na zona das axilas pode ser sinal de um ducto lactífero entupido. Muitas são as razões que podem estar na origem deste problema, nomeadamente uma amamentação inadequada (um esvaziar incorreto), tecido cicatricial na mama, soutien com armação, soutien ou top muito apertado, adoção da mesma posição em todas as mamadas ou poro entupido.

Soluções básicas

  • Aplique calor seco ou húmido na zona afetada tomando um duche de água quente ou aplicando uma compressa húmida e quente.
  • Amamente ou extraia um pouco de leite manualmente enquanto ainda sentir a mama quente.
  • Ofereça primeiro a mama dorida e incite o bebé a mamar mais tempo nessa mama.
  • Massaje a zona afetada durante e entre as mamadas.
  • Vá alternando as posições de amamentação.
  • Evite usar um soutien de amamentação muito apertado ou um soutien com armação que possa impedir o fluxo de leite.
  • Se o caroço persistir e se tornar vermelho, com um alastrar da vermelhidão, poderá estar a desenvolver uma infeção mamária e febre, pelo que terá de ser imediatamente observada pelo seu médico de família.

 

Reflexo de ejeção lenta do leite

Uma “descida” (libertação) do leite das mamas que demora mais de 10 minutos pode ser consequência de um sentimento de ansiedade ou de stress da mãe em relação às mamadas ou de uma posição de amamentação desconfortável, ou ainda de uma sensação de dor durante a mamada.

Soluções básicas

  • Descontraia, cantando ou cantarolando, lendo um livro ou falando calmamente com o seu bebé durante as mamadas.
  • Massaje suavemente a mama com a mão antes de colocar o bebé à mama.
  • Amamente-o num ambiente calmo e sem stress.
  • Adote uma posição de amamentação mais confortável.

 

Gotejamento de leite

Se começar a sentir leite a verter das mamas entre duas mamadas, é sinal de que a hora da mamada está a chegar ou de que tem uma resposta hormonal ao choro de um bebé.

Soluções básicas

  • Use discos de amamentação ou um lenço limpo dobrado no seu soutien para absorver as gotas. Não se esqueça de os trocar regularmente. Um disco limpo previne o desenvolvimento de bactérias, que prosperam em ambiente quente e húmido!
  • Aplique alguma pressão direta no mamilo para minimizar a resposta.

 

Diminuição da produção de leite

Muitas são as razões que podem estar na origem de uma diminuição da produção de leite, e que nada têm a ver com a sua capacidade de produzir leite materno em quantidade suficiente. Algumas das causas comuns são:

  • A introdução de suplemento de leite artificial.
  • O regresso ao trabalho ou à vida académica.
  • A toma de medicamentos que apresentam como efeito secundário a redução da produção de leite.
  • O aumento repentino e súbito de stress.
  • A falta de hidratação.

Soluções básicas

  • Inclua na sua rotina diária uma mamada suplementar ou uma sessão de extração do leite com bomba.
  • Pratique o contacto pele a pele entre as mamadas.
  • Massaje as suas mamas antes e durante as mamadas.
  • Tente relaxar com o seu bebé e descansar.
  • Tenha calma e beba muitos líquidos.

 

Excesso de produção de leite

Se as suas mamas estiverem muito cheias e se não ficarem “esvaziadas” após a mamada, o leite poderá continuar a sair depois de o seu bebé ter ficado saciado, e o seu bebé poderá parecer estar a sentir algum desconforto após apenas alguns minutos a mamar, largando frequentemente a mama no decorrer da mamada. A principal razão desse excesso de produção são as hormonas, a utilização excessiva da bomba extratora de leite e o ajustamento inicial da sua produção às necessidades nutricionais do seu bebé nas primeiras 4 a 6 semanas pós-parto.

Soluções básicas

  • Aumente o controlo do fluxo de leite do seu bebé ajustando a posição de amamentação, optando por adotar uma posição vertical, lateral ou semi-deitada.
  • Ofereça exclusivamente uma mama em cada mamada e use a bomba para extrair o leite da outra mama apenas se sentir algum desconforto entre as mamadas. Este alívio procurado com a bomba não deverá exceder um minuto.
  • Continue a oferecer a mesma mama se o bebé demonstrar interesse em mamar num período inferior a 2 horas desde a mamada anterior, e passe para a outra mama na mamada seguinte.

 

Sucção difícil

O seu bebé pega bem na mama mas não suga o leite. O uso de biberão ou chupeta, mamilos planos ou invertidos ou até um bebé dorminhoco podem estar na origem desse problema.

Soluções básicas

  • Evite dar chupeta e biberão nas primeiras 3 a 4 semanas, até que a amamentação esteja bem estabelecida.
  • Pratique o contacto pele a pele sempre que possível entre as mamadas para ajudar o seu bebé a ter um bom período de sono profundo e a sentir-se mais descansado e interessado na próxima mamada.
  • Ofereça a mama aos primeiros sinais de fome. Carregue ligeiramente no mamilo para deixar sair algumas gotas de leite antes de dar a mama.
  • Extraia algum leite da mama com a mão ou a bomba extratora de leite materno antes de amamentar para amolecer a auréola e estimular o fluxo de leite, para que o bebé receba logo o leite na boca.
  • Experimente várias posições de amamentação.
  • Considere usar um formador de mamilo em caso de mamilo plano ou invertido se não conseguir resolver esse problema com o uso da bomba extratora de leite materno. Peça conselhos à sua conselheira em aleitamento materno sobre o uso correto do formador de mamilo. Uma utilização inadequada poderá dar origem a mais problemas.
Este artigo foi útil?
  • Insuficiente
  • Suficiente
  • Normal
  • Boa
  • Muito Bom

Junte-se ao Clube Bebé Nestlé

Ser mãe pode ser um descanso. Inscreva-se no nosso clube e receba informação personalizada para si e para o seu bebé!

  • Nestlé brinde de boas-vindasBrinde de boas-vindas
  • Nestlé informação personalizadaInformação Personalizada
  • Nestlé amostras e descontosAmostras e Descontos
  • Nestlé programa educativo de nutriçãoPrograma Educativo de Nutrição
Pesquisar

Ainda não encontrou
O que procura?

Experimente a nova forma de pesquisar. Nós temos sempre informação útil para si.

Entre na sua conta!

Beneficie de ferramentas exclusivas e navegue no Programa Educativo.