0-4 meses
Programa Educativo de Nutrição
Add this post to favorites

Amamentar para principiantes - PARTE 1: Começar a amamentação

Dez 6, 2021

Amamentar o seu bebé é a melhor maneira de lhe dar os nutrientes e energia que ele precisa. Para algumas mamãs e bebés, a amamentação vem naturalmente, mas para outras pode requerer um pouco mais de paciência. Não desista e não tenha receio de pedir ajuda se precisar – lembre-se que está a fazer o melhor para o seu mais pequeno.

Conheça algumas maneiras simples de começar a amamentação:

Alimentar... a pedido

 

No que toca a saber com que frequência dar de mamar, deixe o seu bebé assumir o comando. Ele vai dar-lhe sinais, que vai aprender a ler muito depressa, de quanto tem fome ou está cheio. “Alimentação a pedido” – que é parte da “alimentação responsiva” – é importante para ajudar o seu bebé a controlar quantas calorias consome.

Não há nenhum horário fixo ou quantidade certa para cada refeição. Todos nascemos com uma capacidade inata de perceber quando temos fome ou não. Ao fazer alimentação a pedido e observar os sinais que o bebé lhe dá, vai ajudar o seu pequeno a manter essa capacidade natural, o que ajuda a promover um crescimento saudável, agora e ao longo da infância.

 

Amamentar… com frequência

 

Dar de mamar ao seu bebé oito a 12 vezes num período de 24 horas é perfeitamente normal. A maioria dos recém-nascidos vão querer comer cada duas a três horas porque os seus estômagos diminutos só conseguem receber um pouco de leite materno de cada vez. Com um dia de idade, o estômago do seu bebé tem mais ou menos o tamanho de uma uva (5-7ml de capacidade) e com uma semana, é do tamanho de uma bola de pingue-pongue (45-60ml de capacidade). Não surpreende nada que precise de reabastecimentos frequentes!

Se o seu bebé se quer alimentar mais de 12 vezes por dia, faça-lhe a vontade. Se o seu bebé costuma comer menos de 8 vezes por dia (ou não parece interessado em mamar), deve falar com o seu profissional de saúde.

 

Praticar… pele contra pele

 

A prática de deitar o bebé nu (só com uma fralda) em cima do seu peito descoberto revelou trazer muitos benefícios. Além de lhe proporcionar um momento precioso para reforçar o laço único que os une, pode ajudar a regular a temperatura corporal do seu bebé, encoraja a sua prontidão para mamar quando mal acorda e aumenta a sua produção de leite.

 

Acordar… para amamentações regulares

 

Durante as primeiras semanas, é provável que o seu bebé não diferencie entre a noite e o dia e esteja pronto para se alimentar de duas em duas horas, mais ou menos. Comer frequentemente é importante para que o bebé obtenha as calorias, nutrientes e fluidos que precisa para um crescimento saudável.

Se o seu recém-nascido dormiu quatro horas seguidas, acorde-o gentilmente para dar de mamar. Pode fazê-lo mudando a fralda, segurando-o pele contra pele ou massajando as suas costinhas, barriga ou pernas. Assim que o bebé faça um mês e esteja a crescer bem, deixe-o dormir à vontade!

 

Parar… quando o bebé está cheio

 

Tal como não há um horário fixo para as refeições, também não existe uma duração limite para cada amamentação. Pode descobrir que o seu bebé se alimenta cerca de 15-20 minutos em cada mama, mas este valor pode variar. Se parecer que já está satisfeito depois de uma sessão rápida, não o pressione para que coma mais.

De igual modo, se já está a mamar há muito tempo mas continua a puxar bem, não o interrompa. Deixe o seu bebé acabar um seio completamente antes de oferecer o outro. Dessa maneira, está a garantir que ele come o leite posterior, mais rico em gorduras. Tome nota de que seio o seu bebé se alimentou por último para começar a sessão seguinte com o outro.

 

Dar… apenas leite materno

 

O leite materno tem tudo o que o bebé precisa. A menos que haja uma necessidade médica (e que tenha sido aconselhada por um profissional de saúde), dê-lhe apenas leite materno nos primeiros seis meses. O leite materno funciona na base da "oferta e procura" por isso, se der outra coisa ao seu bebé, o seu corpo vai receber a mensagem de que não precisa de que o seu bebé não precisa de ser alimentado.

O seu fornecimento de leite é estabelecido pela quantidade e frequência com que o seu bebé se alimenta. Informe-se junto do seu profissional de saúde sobre o uso da chucha. Apesar da utilização da chucha à hora de dormir ou da sesta poder ser segura para os bebés, tente esperar três ou quatro semanas até lhe dar uma chucha, ou o alimentar com leite extraído do seu peito num biberão. Isto pode ajudar a diminuir as hipóteses de o bebé ficar mais familiarizado com a sensação da chucha e começar a querer mamar menos, ou a ter problemas em pegar no seu seio (às vezes conhecido como “confusão de bicos”).

 

Sentir… confiança

 

O seu corpo é incrível: ele criou a criatura maravilhosa que segura nos braços e agora está a produzir a comida perfeita para que se desenvolva e cresça saudavelmente. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda amamentar em exclusivo nos primeiros seis meses de vida do seu bebé. Esta recomendação representa o ideal, mas lembre-se que qualquer quantidade de leite materno que consiga dar ao seu bebé oferece benefícios à sua saúde.

Praticando estas técnicas, vai ganhar rapidamente confiança e descobrir como amamentar se torna uma segunda natureza para os dois, (veja também Vai conseguir!). Pode sentir-se orgulhosa de estar a fazer um trabalho fantástico e a dar ao seu bebé benefícios que vão durar para toda a vida!